Navegação
  •  

SPPA - Estatuto

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE

ESCOLA DE MÚSICA

SETOR DE POLÍTICAS E PROJETOS ACADÊMICOS (SPPA/EMUFRN)

  

ESTATUTO

 

  1. Dos princípios:
    1. O Setor de Políticas e Projetos Acadêmicos assessora, exclusivamente, a comunidade acadêmica da EMUFRN;
    2. A assessoria diz respeito, exclusivamente, à elaboração de projetos para captação de recursos para eventos de ensino, pesquisa e extensão da EMUFRN;
    3. O Setor não idealiza eventos, muito embora possa contribuir com sua concepção;
    4. A equipe do Setor não necessariamente integra as comissões organizadoras dos eventos que assessora;
    5. O Setor não garante a captação dos recursos. Sua equipe apenas assessora a elaboração de projetos que visam captá-los, integral ou parcialmente, em diversas fontes;
    6. O Setor prioriza atendimentos à comunidade acadêmica conforme:
      1. A ordem de solicitação de atendimentos;
      2. A clareza, concretude e factibilidade da proposta inicial;
      3. Disponibilidade do Coordenador do projeto para acompanhamento da elaboração da proposta;
    7.  O Setor prioriza eventos conforme:
      1. O seu intento de integrar atividades de ensino, pesquisa e extensão;
      2. O seu intento de se articular com atividades já em andamento na EMUFRN;
      3. A sua adequação às políticas, estratégias e objetivos da EMUFRN;
      4. A abrangência da região geopolítica contemplada pela proposta;
      5. A abrangência do público-alvo da proposta;
      6. A abrangência do evento dentro da área de Música;
    8.  O Setor apresenta, também, um viés formativo, no sentido de contribuir com a formação de estudantes da UFRN que almejam atuar futuramente em eventos na área de Música.
  2.  Das orientações e normas:
    1. Os(as) proponentes devem contatar o Setor, preferencialmente, ao menos um ano antes da data idealizada para o evento;
    2. Os(as) proponentes devem atentar-se para as datas de outros eventos da EMUFRN e também de outros eventos da área de Música, como congressos e festivais, a fim de que sejam evitadas simultaneidades - logo, concorrências;
    3. Os(as) proponentes devem apresentar previamente ao Setor uma ideia minimamente estruturada do evento:
      1. Coordenadores(as);
      2. Tema;
      3. Objetivo;
      4. Período;
      5. Local(is);
      6. Atividades previstas;
      7. Público-alvo;
      8. Número esperados de convidados;
      9. Número esperado de participantes;
      10. Possíveis contribuições para a instituição, região e área de conhecimento;
    4.  O agendamento da assessoria deve ser feito através deste formulário (link), no qual também devem ser apresentadas informações prévias sobre a proposta.
    5. É recomendável que os(as) proponentes conheçam previamente as possibilidades de captação divulgadas pelo SPPA (consultar este link), uma vez que projetos podem ser construídos com base nas possibilidades dos editais em vez de editais serem procurados com base nas demandas apresentadas no projeto;