CURSO DE INICIAÇÃO A MÚSICA MARIACHI

Em colaboração com a embaixadora do México, senhora Beatriz Paredes,  e apoiada pela  Magnífica Reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Ângela Paiva, a Escola da Música da UFRN (EMUFRN), promove Curso de Iniciação a Música de Mariachi. Serão ofertadas 30 vagas, nas seguintes modalidades: trompete, violão, canto, contrabaixo e violino.O curso acontece entre os dias 03,04,05, e 09 de setembro, as inscrições estão sendo realizadas a partir desta sexta-feira (29), na Secretária de Extensão da EMUFRN. Para participar é necessário que o aluno possua o instrumento e tenha conhecimento em solfejo e harmonia.

Terça-feira (02), o grupo Mariachi Real de América faz Concerto de Promoção na EMUFRN, a partir das 17h, No  hall de entrada . Já no dia 10 de setembro será realizado o Concerto de encerramento do curso. A apresentação acontece no Centro de Convivência da UFRN, às 17h.

Em todo o mundo, Mariachi é simbolo da música e da cultura mexicana, de tal modo, que no ano de 2011 foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade, pela UNESCO. No período do Curso, o maestro Fernando de Santiago,  estará ministrando aulas e compartilhando o gênero tradicional da cultura mexicana. A participação dos alunos poderá oportunizar a experiência de conhecer o país do México.

MARIACHI REAL DE AMÉRICA

Originário de Puerto Vallarta, Jalisco (México), o  Mariachi Real da América foi constituído com a clara convicção de compartilhar, de corpo e alma sua grande paixão: a música vernácula mexicana.

Sua grande experiência com artistas de referência nesse gênero musical, como De Lucero, Rocío Banquells, Lorenzo de Montecarlo, Raúl Vale, Patricia Navidad, e mais recentemente com a Banda Sinfônica do Estado de Campeche e com a cantora Claudia Sierra, entre outros, garantem sua alta qualidade musical.  O grupo tem participado dos mais importantes festivais de música mexicana do país, assim como em várias ocasiões, do Encontro Internacional do Mariachi, em Jalisco.

FERNANDO DE SANTIAGO

Nascido na cidade do México, no ano de 1964, iniciou seus estudos musicais quando era jovem, com o único professor influente, o seu pai, Natividad de Santiago, que é considerado o melhor guitarrón na história da música mexicana.

Juntamente com seu irmão Marco Antonio Santiago, em 1985, fundou o Mariachi Juvenil Tecalitlán provando ser um dos grupos mais influentes dos últimos 25 anos.

A vihuela, a guitarra e seus talentos criativos têm sido os principais elementos que fizeram ele destacar e ser posicionado como um dos músicos, arranjadores e produtores mais pró-ativos na cena da música mexicana, conta com a preparação e versatilidade para trabalhar com vários gêneros como Tradicional, Ranchero, Ranchero Pop, arranjos Sinfônicos, Pop, Grupero, Boleros, Baladas e ritmos caribenhos, para citar alguns.

Fernando de Santiago participou na música de alguns filmes, com destaque para “Frida” que foi nomeado para um Oscar justamente pela canção tema musical do filme.

Nos últimos anos, Fernando teve envolvimento direto na produção musical de artistas internacionais e nacionais, tais como Raphael, Pepe Aguiar, Alejandro Fernández, Racio Durcal, Ricardo Arjona, Marisela,Ricardo Montaner, Pandora, Yuri, Temerarios, Lucero e Manuel Mijares, entre outros.

RECITAL HUDSON RIBEIRO

Obras de José Siqueira, Darius Milhaud, Higor Stravinsky, Luiz Cahuzac, Severino Araújo e Zequinha de Abreu vão compor o Recital Solo de Hudson Ribeiro. A apresentação acontece no Auditório Onofre Lopes da  Escola de Música da UFRN, na próxima terça-feira (02), às 19h. Entrada gratuita.

Fascinado pela música desde criança Hudson iniciou seus estudos musicais na Fundação Banda Primeira de Novembro, na cidade de Timbaúba, em Pernambuco. Em 2008, já em Natal/RN, fez sua primeira gravação com o grupo de chorinho do SESI, no ano seguinte formou-se no curso Técnico em música pela EMUFRN em 2009 na classe do professor Ronaldo Ferreira.

Hudson é vencedor por unanimidade da banca no Concurso Jovem Solista Eleazar de Carvalho 2011 e Semana Eleazar de Carvalho 2011.2. Participou do Intercambio UNIBRAL, estudando um ano na Hochschule für Musik em Karlsruhe-Alemanha, sob a orientação do renomado Wolfgang Meyer. Atualmente faz bacharelado em clarineta sob orientação de Amandy Bandeira de Araújo e João Paulo Araújo(JP), clarinetista da OSUFRN (Orquestra sinfônica da Universidade do Rio Grande do Norte) ,clarinetista convidado da OSRN (Orquestra sinfônica do Estado do Rio Grande do Norte) , clarinetista requinta e clarone da orquestra Potiguar de clarinetas OPC, membro do Quinteto Natal e quinteto de clarinetas da UFRN

Além disso, trocou experiências com renomados professores de clarineta, entre os quais: José Botelho (Portugal/Brasil-RJ), Cristiano Alves (RJ-Brasil), Fernando Silveira (RJ-Brasil), Luiz Afonso Montanhas (SP-Brasil), Sergio Burgani (SP-Brasil), Giuliano Rosas (SP-Brasil), Domingos Elias (SP-Brasil), Ovanir Buosi (SP-Brasil), Carlos Rieiro (JP-Argentina), Pedro Robatto (BA-Brasil), Joel Barbosa (BA-Brasil), Nuno Silva (Lisboa-Portugal), Ricardo Freire (DF-Brasil), Luis Rossi (Santiago-Chile), Paulo Sergio Santos (RJ-Brasil), Les Nicholas (EUA), João Paulo (JP-Brasil), Amandy Bandeira (JP-Brasil), D. Ray McClellan (EUA), Thiago Ancelmo(SP-Brasil).

RECITAL COM O VIOLONCELISTA ALEMÃO ALEXANDER HULSHOFF

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN) recebe neste sábado (30), mais uma atração internacional, o violoncelista alemão Alexander Hülshoff. O recital será acompanhado pelo pianista Durval Cessetti e vai contemplar obras de Schumann, Bach e Gaspar Cassado. A apresentação  acontece às 18h no Auditório Onofre Lopes, entrada gratuita.

Em sua passagem pela Escola de Música, Alexander Hulshoff, ministrará masterclass de violoncelos, nesta quinta-feira (28) e sexta-feira (29). Já no sábado, o músico vai visitar a ONG Atitude e Cooperação,  onde pretende oferecer uma aula gratuita aos alunos da instituição.

Tido com um dos violoncelistas mais influente do mundo, Alexander foi solista convidado em várias orquestras internacionais, como German Radio Philharmonic, German State Philharmonic, a Filarmônica Checa de Brno, a Nova Filarmônica da Westphalia, a Orquestra Sinfônica de Córdoba e a Orquestra Sinfônica de Salta. Atualmente é diretor artístico do Festival de Música de Câmara Kamp Kloster (Alemanha).

O pinista Durval Cesetti é descrito como “um pianista de rara musicalidade” pelo crítico Claude Gingras (La Presse, Montreal). Durval completou o seu doutorado na McGill University, instituição na qual também realizou o seu mestrado, com nomes representativos do piano erudito; Kyoko Hashimoto, Tom Plaunt, Richard Raymond, Louis-Philippe Pelletier e Eugene Plawutsky. Durval Cesetti ensinou piano na McGill University e na University of Windsor, além de ter trabalhado como pianista colaborador na University of Western Ontario.  Atualmente ele é professor na Escola de Música da UFRN.

PALESTRA COM PIANISTA MEXICANO

Nesta quarta-feira, dia (27), às 9h, o pianista mexicano Jésus Figueroa apresentará uma palestra sobre a interpretação da obra de Frédéric Chopin no Auditório Oriano de Almeida, com entrada franca.

Pianista com distinta carreira internacional, Jésus Figueroa é professor da Escuela Nacional de Música da UNAM (Universidad Nacional Autónoma de México). O prof. Figueroa está em Natal a convite da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, com quem interpretará o Concerto no. 1 de Grieg na quinta-feira às 8pm, no Teatro Alberto Maranhão.

RECITAL DE CANTO NADJA PAIVA

A Escola de Música da UFRN (EMUFRN), apresenta Recital com aluna Nadja Paiva,concluinte do Curso Técnico  na classe de Canto da professora Nazaré Rocha. Nadja vai interpretar obras de Tom Jobim, Chico Buarque, Nelson Ayres, Baden Powell, Vinicius de Moraes, Djavan e Milton Nascimento, além de clássicos do Jazz Americano . O evento conta com a participação do Compositor e Violonista Alexandre Atmarama e do Saxofonista Emerson Carpegiane. O Recital acontece dia 12 de setembro, no Auditório Onofre Lopes, às 20h, entrada gratuita.

Com a coordenação da professora Nazaré Rocha e a direção de Maria Clara, o recital será acompanhado por um trio clássico do Jazz formado pelo piano da professora Maria Clara Gonzaga, o contrabaixo acústico  e no elétrico do professor Airton Guimarães e e pela bateria do mestrando em Música Fernando Menino. O evento marca a passagem do canto popular, com caráter extensionista, para modalidade do técnico em música.

BIG BAND JOVEM FAZ APRESENTAÇÃO NO PARQUE DAS DUNAS

A  Big Band Jovem da Escola de Música da UFRN (EMUFRN), será a próxima atração do Projeto Som  da Mata que acontece no Parque das Dunas. Criada pelos professores Ranilson Bezerra de Farias e Germanna França da Cunha,a Big Band Joven, tem  como obejetivo complementar o estudo técnico instrumental e teórico dos participantes. A apresentação ocorre às 16h00, no Anfiteatro Pau-brasil do Parque das Dunas.

Além de explorar o repertório internacional escrito especificamente para essa formação como Glenn Miller e Duke Elington, dois dos maiores gênios do estilo “Swing”,  a Big Band Jovem vai executar também um repertório musical brasileiro em seus mais diversos gêneros e ritmos, como: Maestro Duda, Adail Fernandes, K Ximbinho, Marcelo Vilor, Maestro Chiquito e Djavan.

“CHÃO DOS SABERES” ACONTECE NESTA SEXTA-FEIRA

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza, nesta sexta-feira, dia 22 de agosto, o “Chão de Saberes”, evento artístico que procura celebrar e interagir com mestres populares e seus saberes da tradição.

As atrações acontecem em diversos espaços da UFRN ao mesmo tempo. Às 8h30 no pátio da Reitoria; às 10h no Setor I, Setor II e Centro de Biociências; às 11h no pátio da Reitoria e no Centro de Convivência; ao meio dia no Restaurante Universitário; às 14h no Departamento de Artes e às 16h30 novamente no Centro de Convivência, onde acontece o encerramento do evento.

A programação conta com oficinas, encontros com mestres acadêmicos e poetas populares, apresentações dos grupos Coco de Zambê, Orquestrim Felipe Camarão, Batuque Resistência da Vila e Araruna Rocas.

Mais informações no seguinte endereço: http://nac.ufrn.br/nac/?p=4311.

CONCERTO DA ORQUESTRA DE CÂMARA DA UFRN

A Orquestra de Câmara da UFRN sobe aos palcos do Auditório Onofre Lopes, na Escola de Música da UFRN (EMUFRN), para mais um concerto. A apresentação conta com a participação especial do Canto Coral Madrigal da UFRN, que junto com os solistas  Alzeny Nelo (soprano), Rudson Ricelli (trompete) e Guilherme Rodrigues (piano), vão reiterpretar obras de Haydn e Mozart. O concerto acontece às 20h, entrada gratuita.

Originado com grupo de extensão da UFRN, a Orquestra de Câmara objetiva apresentar as mais diversas formações orquestrais e toda a diversidade de repertório sinfônico que remota do período Barroco aos dias atuais. O projeto, que é coordenado pelos professores Leandro Gazineo (Maestro) e Ronedilk Dantas (Spalla), tem funcionado como um grande laboratório performático para os cursos de bacharelado em música.

O grupo também participa de formações Sinfônico-Coral, sendo um parceiro atuante do Madrigal da UFRN, também dirigido pelo Maestro Leandro Gazineo. Há 45 anos o Madrigal da Escola de Música da UFRN vem desenvolvendo uma atividade que possibilitou a ampla circulação de música em todo o Estado do Rio Grande. Este esforço do grupo em garantir um laboratório de alta performance para cantores, regentes e compositores colocou o Madrigal numa situação destacada de importância para o meio musical de nossa cidade, tanto que grande parte dos regentes profissionais atuantes participaram em algum momento do Madrigal e construíram sua formação ao longo desse percurso


VIBRAFONISTA TED PILTZECKER APRESENTA RECITAL SÉRIE DE CONCERTOS PERCUSSIVOS

Acontece na EMUFRN o  Recital Série Concertos Percussivos 2014  com o   vibrafonista Ted Piltzecker, dos Estados Unidos. A apresentação acontece na sexta-feira (22), a partir das 20h no Auditório Onofre Lopes.

Ted Pitzecker é graduado pelas Escolas de Música de Manhattan e Eastman, nos Estados Unidos.  Ministra aulas na  da Universidade Estadual de Nova Iorque, no qual é professor associado de composição de música no Purchase Conservatory of Music. Pitzecke realiza apresentações em festivais de jazz e percurssão, e em clubes dos Estados Unidos, Alemanhã, Ástria, Inglaterra, Brasil, Autrália, Holanda, Peru  e diversos outros países. Seu variado gosto musical já rendeu turnês com Ensemble Kenny Endo Taiko e a Nitty Gritty Dirt Band’s John McEuen; apresentações na Catedral de “St. John the Divine”, em Nova Iorque, com a organista Dorothy Papadakos; concertos de música de câmara com o violoncelista Yehuda Hanani, o violinista Ruben Gonzales, o bandoneonista Hector Del Curto, e o instrumentista de gadulka (violino Búlgaro) Nikolay Kolev.

Durante a carreira, Ted Pitzecker, recebeu vários prêmios pelas composições que desenvolvou, tais como:National Endowment for the Arts, pelo New York State Council on the Arts, o New Jersey State Council on the Arts, o Lincoln Center Institute e a Fundação ASCAP. Suas obras tem sido divulgadas pela Rádio Pública Nacional (“Performance Today”) e pela Canadian Broadcasting Company’s “Arts National”, e apresentado pela Philadelphia Orchestra Chamber Ensemble no Kimmel Center for the Performing Arts.

https://www.youtube.com/watch?v=WILwGeCAhDg

 

RECITAL DO VIOLONISTA THIERRY BÉGIN-LAMONTAGNE

O canadense Thierry Bégin-Lamontagne estará na EMUFRN nesta quarta-feira (20), apresentando recital de violão. Obras de Bach, Albeniz, Tarrega, Paganini, Villa-Lobos , Tom Jobim ,  entre outros, farão parte do programa  do recital. A exibição acontece às 19h30 no Auditório Onofre Lopes,  a entrada é gratuita.

Thierry Bégin-Lamontagne já foi premiado em inúmeros concursos internacionais: em 2004, ganhou o primeiro prêmio no Concurso de Guitarra Drummondville e nos anos seguintes foi premiado nos concursos de Sorel-Tracy e “Jovens Artistas” da Rádio Canadá. Em 2007, obteve o primeiro lugar no Concurso del Gran Premio de Guitarra e no Festival-Concurso de Música de Sherbrook, este último um concurso multi-instrumental, no qual concorreu nas categorias Recital e Concerto. Com  isso, garantiu a participação na final do Festival Nacional de Música, que também ganhou.  No ano de 2009, obteve o segundo lugar no Concurso de Robert J. Vidal, e em 2011, foi vencedor no Concurso Internacional Juan Arcas. Também neste ano, foi o 2º  colocado no Concurso Ciudad de Coria.  Já em 2013, venceu o Concurso Internacional de Guitarra José Tomas – Villa de Petrer/Espanha. Sua turnê pelo Brasil faz parte da premiação deste concurso.